Vereador de Uauá rasga o verbo e diz que ‘população sobrevive na clandestinidade’

Redação

Durante abertura dos trabalhos na Câmara de Uauá nesta quinta-feira (01), o vereador Rosevaldo Loiola (PDT) sinalizou como será o termômetro dos embates sobre a política neste ano pré-eleitoral no segundo semestre. Mesmo depois do prefeito Lindomar Dantas (PCdoB) ter lido a mensagem, o vereador detonou a administração municipal sobre possíveis fatos que estejam acontecendo.

 

“Lamento a vida clandestina que está vivendo a população de Uauá a exemplo da escuridão em vários pontos do município devido a falta de postes de iluminação. O município é clandestino também na área de saúde porque se não fosse as 300 ou 400 cirurgias fornecidas pelo município vizinho de Monte Santo, o povo estaria vivendo em extrema calamidade. Para o gestor a situação é uma maravilha, mas a realidade da população é dura e sofrida”, rasgou o verbo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *