APLB Sindicato cobra da prefeitura lançamento de edital para certificação de professores 

Ascom-APLB

A APLB Sindicato vem a público neste dia 27 de Junho de 2022, para cobrar da gestão Suzana Ramos, através da Secretaria de Educação (SEDUC) celeridade no compromisso assumido para realizar a certificação de gestores, vice-gestores e coordenadores pedagógicos que está atrasada desde o ano de 2021. A entidade reacende a cobrança que já foi feita diversas vezes e ao longo de todo esse tempo sem que houvesse cumprimento por parte do governo municipal que havia, inclusive, dado um prazo de lançar edital para a certificação até o mês de Junho – o que ainda não aconteceu.

“Não tem nada até o momento que possa garantir que a certificação para a eleição dos gestores, vice-gestores e coordenadores pedagógicos possa acontecer ainda esse ano. O governo silencia num momento em que deveria se pronunciar e definir de vez o que está pendente. A urgência é de extrema necessidade, para que as escolas possam receber os novos profissionais que já estão trabalhando desde o ano passado com prazo de certificação vencido”, explica o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro, Gilmar Nery.

A APLB espera que o governo se prenuncie o quanto antes acerca desse assunto e agilize o lançamento do edital para regularizar o processo de certificação que já deveria ter sido resolvido há muito tempo e não há justificativa aceitável para tamanho atraso. A certificação consiste em um curso de 40 horas dividido em módulos que conta com avaliação e aborda temas como concepção de currículos, prestação de contas e elaboração de plano de gestão. É através da certificação que os educadores podem estar aptos a concorrer às vagas de diretor, vice-diretor e coordenador pedagógico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.