Bolsonaro: ‘Não estamos vendo a vontade popular expressa nos institutos de pesquisa’

‘E o que é a democracia? É a vontade popular’, disse o presidente

Redação
 Foto Alan Santos / PR
Foto Alan Santos / PR

 

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a levantar suspeitas sobre o processo eleitoral brasileiro, na noite desta segunda-feira (26), durante sabatina na Record TV. Na ocasião, o chefe do Executivo nacional ameaçou questionar o resultado das eleições em caso de derrota contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), líder das pesquisas de intenções de voto.

Bolsonaro foi questionado pelo apresentador o que o país poderia esperar em caso de derrota. Em resposta, o presidente voltou a afirmar que entregaria o posto, “sem problema nenhum”, mas somente em caso de “eleições limpas”.

“Assim como você não tem hoje em dia como comprovar um processo eleitoral, o outro lado não tem como comprovar que ele foi sério também. A história é muito longa – afirmou o presidente, levantando, mais uma vez, suspeitas sobre a segurança do processo eleitoral”, acrescentou o mandatário.

Ainda sobre o assunto, Bolsonaro questionou o resultado das pesquisas de intenções de voto. “Eu vou esperar o resultado. Nas ruas eu nunca vi, falo em meus pronunciamentos, que um candidato com 45% das intenções de voto sem poder sair as ruas, sem poder se dirigir ao público. E o que é a democracia? É a vontade popular. Não estamos vendo a vontade popular expressa nos institutos de pesquisa e no TSE (Tribunal Superior Eleitoral)”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.