Falta coragem cívica a Henry

Não teve a repercussão esperada o ato de filiação do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, ao MDB, segunda-feira passada, naquela cidade sertaneja. Embora só tenha faltado o senador Jarbas Vasconcelos, estavam lá o presidente nacional Baleia Rossi (SP), o presidente estadual Raul Henry, o governador do DF, Ibaneis Rocha, e o senador anfitrião Fernando Bezerra Coelho, pai do prefeito.

FBC fez o discurso mais incisivo, colocando a bola na marca do pênalti para Henry fazer o gol, quando o lançou candidato à Prefeitura do Recife. O acanhamento, típico da personalidade dele (Henry), ou frouxura, impediram que a solenidade reverberasse. O deputado, de perfil urbano, identificado com as causas da capital, só não será candidato se não quiser.

Baleia Rossi disse que da parte da direção nacional não faltará oxigênio (apoio logístico, político e financeiro). Henry, entretanto, ainda não criou a chamada coragem cívica. (Magno Martins)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *