Justiça condena 21 pessoas na Bahia

Vinte e uma pessoas foram condenadas pela Justiça por integrar uma organização criminosa que atuava na cidade de Ilhéus (distante 462 km de Salvador), no sul do estado. Cinco mulheres e 16 homens haviam sido presos na Operação Lancôme, deflagrada em setembro de 2018, após serem denunciados por praticar crimes de tráfico de drogas, posse e porte ilegal de armas e homicídios, com cooptação de menores de idade.

De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira, 15, pelo Ministério Público do Estado (MP-BA), José Alan Conceição Costa Lima, o “Alan Batom”, comandava toda ação criminosa de dentro da Penitenciária Lemos Brito, no bairro de Mata Escura, em Salvador.

Algumas das principais ordens de José Alan incluíam a prática direta de tráfico de drogas, o armazenamento e transporte de armas e a coordenação de ataques a integrantes de facção rival. Ele foi condenado a 13 anos e nove meses de prisão em regime fechado.

Ainda segundo o MP-BA, a organização criminosa atuava em oito bairros de Ilhéus, principalmente na localidade de Teotônio Vilela. O grupo operava ainda em Alto da Soledade, Alto dos Carilos, Alto Formoso, Nelson Costa, Nossa Senhora da Vitória, Barreira e Couto. A sentença foi proferida na última quarta, 10.

Além de “Alan Batom”, foram condenados Michele da Silva Gomes, Matheus de Oliveira Feliz, Leandro Santos Lima, Edson Alves dos Santos, Fábio Ferreira Silva, Oziel Santos Menezes e Carlos Alberto Céo dos Santos a dez anos e três meses de prisão; Daniele Gonçalves dos Santos, Aldair de Jesus dos Santos, André Luan Carvalho e Silva, Gabrielle Souza dos Reis, Simone Brito da Conceição Gomes, Jorlândio Amaral Feliz, Fagner Santana dos Santos, Michael Gleiton Bispo dos Santos, Rafael Santos Brasil, Alisson Correia dos Santos e Joalisson Lima Santos a nove anos e seis meses de reclusão; Jéssica Monteiro Oliveira a sete anos e seis meses; e Magno dos Santos a quatro anos e seis meses de prisão.

FONTE: A TARDE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *