Prefeita de Juazeiro visita comunidades quilombolas para identificação de necessidades e soluções

 

Com o objetivo de identificar os principais problemas das comunidades quilombolas e planejamento das soluções, a Prefeita de Juazeiro, Suzana Ramos visitou nesta terça-feira (7) as comunidades de Barrinha da Conceição, Alagadiço e Curral Novo.

Na oportunidade também estiveram presentes o secretário de saúde, Fernando Costa, a superintendente da atenção básica, Marília Andrada e o Gestor do interior do Saae, Nerivaldo Benevides.

Em Barrinha da Conceição, onde moram mais de 25 famílias, as principais demandas apontadas pela comunidade foram o tratamento de água e a atuação de agente comunitário de saúde. Para Silvana Moreira, líder quilombola local, a visita da prefeita e sua equipe representa um grande diferencial, pois demonstra o interesse em melhorar a vida da população. “A água sem tratamento e a ausência da agente comunitária de saúde dificultam muito e receber a presença de Suzana aqui, já mostra o quanto a gestão está preocupada em nos ajudar, veio conhecer de perto para resolver,” disse.

No Rodeadouro, o anseio dos moradores é a construção de um Posto de Saúde. A Prefeita e o secretário de saúde além de aprovarem a ideia, ainda vislumbraram oportunidade de ajudar mais pessoas. “Uma Unidade Básica de Saúde no Rodeadouro atenderia também as outras comunidades que estamos visitando. Junto com o nosso secretário de saúde, nós vamos avaliar todas as possibilidades para atender a nossa gente quilombola, nessa e nas demais demandas,” ressaltou a Prefeita Suzana.

No Alagadiço, também foram constatados problemas com a água, e já inseridos na programação do SAAE para solução, através da transferência de da caixa d’água para outro local, segundo o Gestor do interior do Saae, Nerivaldo Benevides.

Já em Curral Novo, a solicitação foi em relação a vacinação contra a covid-19, pois já existe o registro e já foi dada a entrada na certificação de comunidade quilombola do Instituto Zumbi dos Palmares, segundo Eliete Leite, líder comunitária local.

Para conseguirmos a vacinação na comunidade, vamos encaminhar ao Núcleo Regional Norte da Saúde. Outra providência será o cadastramento das pessoas nessas comunidades que visitamos para darmos entrada junto ao Ministério da Saúde no concurso para agentes comunitários de saúde,” explicou o secretário de saúde, Fernando Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *