Câmara Municipal de Sobradinho proíbe filmagens durante sessões

proibido-gravar

 

Da Redação

A discussão sobre a censura foi reaberta no país após proibição de que os jornalistas publiquem informações sobre investigações abertas contra o presidente do Tribunal de Justiça do estado, Clayton Camargo. Dados da Associação Nacional de Jornais (ANJ) mostram que, no ano passado, houve onze casos de ações judiciais que impediram a divulgação de reportagens. Constatação preocupante a um país dito democrático.

Democracia que também está ameaçada na Câmara Municipal de Sobradinho, Bahia. Na noite de Quinta-feira (22) na Sessão Ordinária, foram colocadas na porta a mensagens de proibição de filmagens por populares. Decisão tomada após alguns vídeos postados na internet e no canal do youtube com filmagens dos trabalhos do Poder Legislativo do município, e compartilhado nas redes sociais causando polêmicas e controvérsias. A Câmara em contrapartida decidiu pela proibição de filmagens.

A notícia repercutiu negativamente uma vez que, a Câmara Municipal é a Casa do Povo, onde as informações abordadas são de interesse de todos, e a liberdade de informação e divulgação não deve ser cerceada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *