Candidato sem futuro

Em Juazeiro já tem pré-candidato a prefeito pegando o beco, sabe que não vai para lugar algum, está liso, não tem um real para pagar um dose de pinga para pinguço, ou uma garrafinha de água mineral para o eleitor pidão.

Mas tem outro que já está em campo enfrentando a crise: colocou um cacho de banana dentro do carro, rapa de rapadura misturada com farinha numa vasilha plástica, uma garrafa térmica de 5 litros com água gelada e já anda no meio do mato feito um desembestado passando o final de semana e feriado pedindo votos ao lado de assessor sem futuro.

Nem o assessor gueta mais comer tanta banana d’água e ouvir a mesma ladainha do ex-futuro prefeito que não se separa do ‘estatuto de Jesus’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *