Corte em patrocínios para São João, Carnaval, e outros, deixa prefeitos agoniados

Neste domingo (21), o presidente Jair Bolsonaro usou sua conta no Twitter para dizer que determinou à Petrobras a revisão de contratos vigentes e “possibilidades futuras” na área de cultura. “A ordem é saber o que fazer com bilhões da população brasileira”, escreveu o presidente. O corte que a Petrobras já fez em contratos vigentes deixou nossa área cultural bem mais pobre.

Prefeitos do Nordeste que recebiam patrocínios para farras juninas já estão sentindo a corda apertar no pescoço procurando outras alternativas. No ano passado alguns suspenderam as festividades por falta de recursos.

Além da Petrobras, a Caixa Econômica e o Banco do Brasil fecharam os cofres, com isso, os prefeitos não se arriscarão em meter a mão no dinheiro do FPM, da educação e saúde porque corre o risco de irem em cana. Neste ano pré-eleitoral, o Ministério Público e o TCM estarão mais atentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *