Dias Toffoli gera revolta ao permitir que o prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB), volte ao cargo

Causou revolta em Paulista (PE), a liminar concedida pelo Presidente do STF, Dias Toffoli que permite que o prefeito afastado Júnior Matuto (PSB) volte ao cargo.

 

O político é suspeito de desviar mais de R$ 20 milhões, e por isso, estava afastado do cargo desde o dia 21 de julho após ser alvo de duas operações da Polícia Civil de Pernambuco. As investigações apura supostas fraudes em licitação para serviços de lixo e esgoto em Paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *