Em Araripina, moradores denunciam paralisação de transporte escolar. Governo diz que notificará empresa

greve

Motoristas que fazem o transporte escolar em Araripina, no Sertão de Pernambuco, paralisaram as atividades nesta quarta-feira (23). Eles dizem que, desde julho, o Governo do Estado não paga à empresa contratada para fazer o serviço. A denúncia foi feita por moradores que preferiram não se identificar e confirmada pela secretária de Educação, Cibele Arraes. De acordo a gestora, a dívida chega a R$ 1 milhão e afeta cerca de 5,7 mil estudantes.
Ela explicou que a Prefeitura não conseguiu fazer a licitação em tempo hábil e firmou um acordo com o Estado, que bancará o serviço até dezembro.
A empresa Liderança, responsável pelo serviço desde a última licitação municipal, atuou até meados deste mês – quando o contrato terminou -, mas não recebe desde julho. Desde o dia 14, a Transjudivan firmou convênio até dezembro. Muitos funcionários da Liderança foram mantidos pela Transjudivan para fazer o transporte e, por causa do não pagamento, os funcionários pararam as atividades.
“O governo disse que o pagamento sairia até o dia 15”, lembrou Cibele Arraes.
Em nota enviada ao Blog, a Secretaria de Educação do Estado (SEE) disse que a empresa Transjudivan será notificada para que continue prestando. “Quanto ao passivo existente com a outra empresa, a SEE informa que está tomando todas as providências para seja regularizado até o final do mês”, completou o texto.

A reportagem não consegui contato com as empresas citadas. (Jamildo Melo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *