Hong Kong tem primeiro caso confirmado de cão infectado com coronavírus

O governo chinês declarou que ainda não há evidências de que animais possam infectar pessoas

Foto: Reprodução/Twitter

Exames confirmaram que o cão de uma paciente de Hong Kong está com coronavírus. O caso é o primeiro confirmado de transmissão a animais. No entanto, de acordo com o Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação do território semiautônomo da China, ainda não há evidências de que animais infectados podem transmitir o vírus a outras pessoas.

Os níveis detectados no cachorro são baixos e o animal não apresenta nenhum sintoma. Testes adicionais ainda serão feitos, mas o departamento pediu nesta sexta-feira (28) que animais de estimação de pacientes confirmados com o vírus também sejam colocados em quarentena.

O animal foi retirado do apartamento em Tai Hang na quarta-feira (26) e enviado para isolamento em um estabelecimento no porto de Hong Kong. Segundo o governo chinês, é aconselhado que animais mamíferos de pacientes infectados sejam colocados em quarentena por 14 dias.

Na China, onde o novo vírus surgiu, mais de duas mil pessoas morreram e 74 mil foram infectadas. Hong Kong confirmou o vírus em 62 pacientes, dos quais dois morreram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *