MDB em Juazeiro fez história

Do céu ao inferno, assim foi a última eleição para o MDB no Vale do São Francisco, simplesmente o Deputado Federal Lúcio Vieira Lima tentou a reeleição e terminou sendo sepultado nas urnas com os minguados 956 votos.
Em Juazeiro, cidade polo, a votação foi pífia, com apenas 67 adesões.

Professor Edilson Monteiro nos tempos de luta do velho MDB

JUAZEIRO………67
SOBRADINHO…ZERO
CASA NOVA……843
REMANSO………1
PILÃO ARCADO, TERRA DE MUNDOCA……..ZERO
CAMPO ALEGRE DE LOURDES……….ZERO
SENTO SÉ………40
UAUÁ………….. .ZERO
CURAÇÁ………..ZERO
CANUDOS………5
Total……………..956.
Para um partido que teve pessoas de luta como: Nélia Costa, Moanilton Mesquita Lopes, Jurandir de Oliveira Costa, Professor Edilson Monteiro, Alberto Gaspar, Pedro Alcântara, Dr Elias Alves dos Santos, Paulo César, José Luiz Brandão, Manoel Cavalcanti Leão, Carlos Augusto, Juvino Agapito, Dr João Oliveira, Professor Inácio Mão de Onça, Otoniel Queiroz, Dr Múcio Brandão, e outros, para hoje se encontrar nesta situação de decadência, é complicado.

Manoel Leão no ato pela Diretas Já na Rua da 28

Manoel Cavalcanti foi presidente por 13 anos do MDB, sendo o fundador da legenda no município. “Nos meus mandatos de presidente, consegui eleger  Moanilton e Paulo César como vereadores. Na época, trouxemos Pedro Alcântara para apoiar Waldir Pires quando ganhamos as eleições contra ACM em Juazeiro”, informou Manoel Leão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *