Moradores do NH1, em Itamotinga, estão sem atendimento médico porque a prefeitura não comprou um pacote de tinta para pintar parede

Por: Waltermário Pimentel

A comunidade do Projeto Curaçá NH1 do Distrito de Itamotinga, zona rural de Juazeiro, pede urgência nos detalhes do posto médico. Eles  dizem que resta apenas uma pintura nas paredes para que o local possa funcionar.

“O posto daqui do NH1 está sem funcionar por causa da falta de tinta para pintar parede. Anunciaram a construção de um outro posto e até agora não colocaram uma carrada de pedra e de areia, nada. Passaram aqui para uma casa que pertence a Codevasf, que está já no jeito para funcionar, mas o povo tem que ser atendidos nos dois postos. Caso alguém adoeça é obrigado a se deslocar para o Projeto NH2, sendo que boa parte das pessoas não tem transporte para se deslocarem”, informou o líder comunitário da localidade Betinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *