Os políticos oportunistas da capital e os otários do interior

Ainda hoje alguns muitos malandros e oportunistas de Salvador, Recife, ou de outras regiões, quando aparecem em Juazeiro, Petrolina, Uauá, Curaçá, Sobradinho, Casa Nova, e outros municípios, pedem para seu ‘coligado’ preparar uma moqueca de surubim, bode assado, ou outras iguarias da cidade, para matar o desejo insano. Muitos deles pedem ainda para que o puxa-saco zé mané arrume um carneiro seco, ou prepare um isopor com peixes, galinha de capoeira, e outras coisas, para que depois do evento possam colocar no fundo do carro, ou no avião, levando para suas casas.

Eles adoram uma carne de criação seca nestas condições

Muito das vezes quando a pessoa do interior precisa da atenção ou ajuda desses políticos na capital, eles viram as costas, não atendem celular, mandar dizer que não estão mesmo estão trancados dentro de seus apartamentos. Um secretário malandro do governo do estado da Bahia, é craque em fazer esse tipo de presepada com os abestalhados da região.

Se o eleitor tivesse vergonha na cara metia era o vergalho de boi nas costas desses malandros, bocado de vagabundos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *