Pré-candidato a prefeito de Juazeiro diz que não precisa de ‘puxa-saco para fazer cotinha’, e diz ainda que vai arrumar dinheiro para campanha ‘plantando batata e macaxeira’

Da Redação

O pré-candidato a prefeito de Juazeiro, o advogado Jackson Bosco dos Santos, popularmente conhecido como Jackson de Maria de Bosco (sem-partido) gravou um áudio e distribuiu nas redes sociais desafiando todos os demais  concorrentes afirmando que ele é candidato ideal para acabar com todo tipo de vicio, ou gatunagem possivelmente existente em Juazeiro. “Quebro o sistema, e eu sou inteligente, não brinquem porque consigo transformar esta cidade gerando empregos cortando por geral a corrupção”, disparou.

Ele afirmou que está disposto abrir de sua pré-candidatura de prefeito caso não consiga aglutinar forças em torno de seu nome. “Agora se a oposição não quiser, aí a gente  escolhe um outro nome forte, e acontecendo isso, posso sair candidato a vereador, mas vou bater até o fim nessa situação”.

Ele afirmou que está sem legenda. “Já tem gente me oferecendo partido, mas vou aguardar”.

“Na minha campanha não quero puxa-saco para fazer cotinha como já está acontecendo por aí. Estou plantando batata e macaxeira para arranjar dinheiro para minha campanha. Quero ver se consigo de R$ 400 mil a R$ 500 mil que é o valor que pretendo gastar, meu dinheiro virá da roça, do suor de meu trabalho”, detonou o futuro prefeito de Juazeiro, Jackson de Maria de Bosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *