Presidente do CRM-DF critica contração de médicos estrangeiros sem revalidação de diploma

Presidente do CRM-DF critica contração de médicos estrangeiros sem revalidação de diploma

Maria do Socorro defende que uma melhor distribuição dos profissionais da medicina reduziria o problema. “O governo deve regular que profissional quer formar e para onde ele deve ir”, disse.

Iran Cardoso ressaltou que não faltam médicos no país, e a criação de uma carreira de Estado, nos moldes da de juiz, além da estruturação da rede pública de saúde, resolveriam o problema da falta de médicos nas regiões pobres. “Tem que ter condições para o médico atuar”, ressaltou.
Ao comentar a intenção das entidades médicas de entrar na Justiça contra a contração de médicos estrangeiros sem a revalidação do diploma, presidente do CNS entende que a via judicial não é a melhor alternativa para resolver os problemas de saúde do Brasil.

Cardoso disse que não é contra a vinda de médicos estrangeiros, desde que eles passem pela prova elaborada pelo Ministério da Educação, o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida), que examina os conhecimentos dos profissionais que se formaram fora do país.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *