Regina Duarte diz que rejeição por Bolsonaro é uma ‘completa ignorância’

A ex-secretária da Cultura disse que o presidente é vítima de ‘massacre sem trégua’ e afirmou que o povo tem sido manipulado para não reconhecer pontos positivos do governo

Jamile Amine
Foto: Isac Nobrega/ divulgação Presidência da República
Foto: Isac Nobrega/ divulgação Presidência da República

 

Depois de deixar a Secretaria Especial da Cultura na promessa – não cumprida – de ocupar um cargo na Cinemateca Brasileira, a atriz Regina Duarte mantém o apoio ao governo federal e voltou a defender o presidente Jair Bolsonaro (PL), que, segundo ela, é vítima de “massacre sem trégua” desde que foi eleito.

Em um vídeo publicado nesta quarta-feira (21), em suas redes sociais, Regina afirmou que “boa parte da rejeição ao presidente se deve a uma completa ignorância”. A manifestação da atriz ocorre no mesmo dia em que foi lançada uma campanha estrelada por vários artistas, que anunciam apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e pedem votos para derrotar Bolsonaro nas eleições de outubro.

“O ódio nunca se espalha com conhecimento, se espalha através da ignorância. Em certa medida, muita parte da rejeição ao presidente Bolsonaro se deve a uma completa ignorância. A ignorância é fruto de uma propaganda massiva, diária, sem tréguas, que vem massacrando os brasileiros há mais de três anos e meio contra seu presidente eleito democraticamente”, disse a atriz.

Alheia às críticas de colegas como Caetano Veloso, Cláudia Abreu, Zezé Polessa e Arnaldo Antunes, Regina Duarte afirmou que o povo tem sido manipulado para achar que não existem pontos positivos na administração do atual presidente. “Isso acaba por convencer as pessoas, uma boa parte do eleitorado, que nada do governo Bolsonaro é positivo”, defendeu.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.