Vereador Anibal Araújo rebate acusações do vereador Alex Tanuri

Da Redação

O vereador Anibal Araújo (PTC), líder do governo na Câmara de Juazeiro, usou o espaço da tribuna nesta terça-feira, durante sessão ordinária, para rebater o vereador Alex Tanuri (PP) quando fez várias ataques contra a administração Suzana Ramos (PSDB). “A nossa prefeita Suzana está lutando para que este auxilio tecnológico seja pago aos professores. Com relação ao ex-presidente que aqui falou, na verdade falou muita balela, muitas inverdades. Ele parece que esqueceu que passou por esta casa como presidente e endividou todos os servidores, inclusive os da educação quando ele colocou o projeto majorando o percentual da alíquota de 11% para 14%. Não houve debate ou conversa com nenhuma das classes. Ele ainda endividou os professores aposentados”, detonou o vereador Anibal.

“As perseguições do governo passado [Paulo Bomfim] eram constantes. O vereador Alex tenta induzir os professores com fatos que não existem. Ele quando foi presidente desta casa, fez o servidor sofrer, não podíamos negociar os projetos, eram chamados por eles de rolo compressor, o que causou mais de 400 processos para o ex-prefeito Paulo Bomfim. Suzana não pode cometer o mesmo erro, sabemos que dinheiro tem, a vontade da prefeita é conceder o auxilio”, disse Anibal. “Agora quero saber do vereador Alex se alguma vez ligou para o TCM solicitando o parecer? Pois desafio ele ir hoje comigo à Salvador cobrar do TCM. Isto se ele tiver coragem depois da sessão, porque fazer discurso bonito dizendo que governo é incompetente, ninguém come esta sua balela. Ninguém aqui esqueceu que em seu tempo não deixava nós vereadores de oposição falar. Queriam até bater na gente”, revelou Anibal Araújo.

Anibal ainda enquadrou o vereador Alex quando estava de sua cadeira rindo. “Se comporte como vereador. Aqui não é casa de moleque. Se comporte como esta casa exige, com decência e ordem, não fique com risadinha”. “Lute pelos professores com dignidade. Quando você aprovou o projeto de 11% para 14% da alíquota,  o senhor não dizia que era defensor dos professores. A nossa prefeita segue a lei para não cair em mais de 400 processos. Se o TCM der um parecer hoje, convoco esta câmara para que aprove este projeto hoje, e que amanhã faça uma folha suplementar para que os professores possam receber este auxilio”, disse Anibal.

“(…) Vamos fazer discurso em prol do povo, e não com chacota, nem parece que tem quatro mandatos porque não aprendeu ser vereador. Muitas vezes saio de minha casa com medo de discursos dessa forma, intimidatório, parece um discurso de raiva, rancor”, lamentou o Vereador.

Ele concluiu chamando a atenção dos professores. “Com relação a Petrolina, o órgão fiscalizador é o tribunal de contas do estado (TCE), e aqui é tribunal de contas dos municípios (TCM), o que é totalmente diferente. Agora o senhor faz discurso para tentar enganar as pessoas. Vamos ter coerência e sinceridade. As vezes chego aqui e ouço discurso discursos fake news. A prefeita tem todo interesse em conceder este auxilio, agora não vamos passar por cima da lei para que não possamos responder por improbidade administrativa e esta casa ser desmoralizada por conta de um discurso”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *