“Assassinato do blogueiro Bruno Áquila teve motivação passional, e não política”, diz delegado Víctor Azoubel

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (13), o delegado que investiga o assassinato do blogueiro Bruno Áquila disse que o crime teve motivação passional. Havia grande suspeita da morte estar relacionada com motivos políticos, já que a vítima era blogueiro na área e criticava políticos da região.

O  crime foi motivado por uma desavença entre Lucas Menezes (filho do assassino) e Bruno Áquila: “O filho de Henrique Menezes [autor do crime] não havia superado o fim de um relacionamento com uma garota, que estava agora estava se relacionando com um amigo de Bruno Áquila”, diz o delegado. (Veja o vídeo acima).

A insistência de Lucas Menezes, causou um desentendimento entre ele e Bruno Áquila, na sexta-feira anterior ao crime. Um áudio divulgado pelo blog, a irmã de Lucas acusa Bruno Áquila de ter ameaçado seu irmão. Ainda segundo ela, ao saber da briga, seu pai, Henrique Menezes decidiu matar o blogueiro.

O crime ocorreu em Sirinhaém, às margens de PE-60 em frente ao mercado Jaqueline, onde as vítimas, pai e filho, pararam para fazer compras. Eles foram surpreendidos por Henrique Menezes que realizou diversos disparos de arma de fogo. Pai e filho morreram no local.

Fonte: Blog Ricardo Antunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *