Assunção de Castro condena especulação imobiliária

Da Redação

Durante entrevista à imprensa no último sábado, o empresário Assunção de Castro afirmou ser contra a especulação imobiliária e defendeu o acesso de famílias de baixa renda às áreas de terra não comercializadas, sendo que nesse caso, a prefeitura adquira a terra e distribua através de lotes como foi feito em Petrolina pelo Prefeito Júlio Lossio (PMDB) pagando uma taxa mínima.

Sem citar nomes, Assunção deu uma alfinetada em um dos maiores especuladores imobiliário de Juazeiro, que segundo ele, vem atrapalhando o desenvolvimento do município há décadas vivendo nas sombras do poder. “Sou contra o especulador e o imposto regressivo, o cidadão que especula, não trabalha e que não faz o imóvel dar emprego, portanto são impostos e recursos para o bem estar da sociedade”.

Na ocasião, ele chamou a atenção do movimento dos ‘Sem Teto’ e afirmou que é a favor de ocupações, desde que a área esteja legalizada. “Eu quero chamar a atenção do movimento Sem Teto que fique de olho nesse tipo de imóvel progressivo, agora eles querem invadir o terreno que dar emprego para o povo, isso está errado. Eu sou a favor da ocupação, desde que o terreno não seja em área determinada – e já projetada – para a edificação de empresas que gerem empregos, dignidade e respeito para a comunidade”.

A maioria das pessoas é leiga com relação ao assunto. O empresário explica em poucas palavras o significado sobre o imposto progressivo e regressivo. “O imposto progressivo é para tirar do especulador e o regressivo beneficia o homem que trabalha, os governos fazem ao contrário, penalizam quem trabalha e beneficia quem não trabalha, é uma inversão de valores. Deus recomenda que o homem trabalhe e ele é contra a especulação, a pessoa que vive de emprestar dinheiro a juros, é o verdadeiro egoísta que tira proveito do suor do outro”.

Há mais de 20 anos, Assunção nunca teve posição política definida, mas diante da atual conjuntura decidiu tomar partido para as eleições 2012. “Eu como cidadão pretendo participar da vida política de Juazeiro. Se Juazeiro estiver bem, eu vou estar bem, caso contrário estarei mal. Quero lutar, provavelmente saia candidato a prefeito, vereador, ou se vou apoiar alguém”, garantiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *