Bebianno ameaça Eduardo Bolsonaro: “Só contei 3% do que eu sei”

 

Responsável pelas contas de campanha de Bolsonaro em 2018, ele deixou claro que pode abrir a boca

Jair Bolsonaro e Gustavo Bebianno durante a campanha (Divulgação)

Gustavo Bebianno, ex-Secretário-Geral da Presidência de Jair Bolsonaro e um de seus principais cabos eleitorais durante a campanha de 2018, não gostou de ser chamado de desleal pelo deputado federal, Eduardo Bolsonaro.

Em entrevista publicada nesta sexta-feira (15), na coluna de Guilherme Amado, na Revista Época, Bebianno mandou avisar: “Só contei 3% do que eu sei”.

Logo depois, o ex-braço direito de Bolsonaro, deixou clara a ameaça:

“Meu objetivo não é destruir o governo, mas sim proteger o Brasil e sua democracia.  Estou de olho o tempo todo no governo e na família Bolsonaro. Quero que o presidente pare de gerar crises, administre o país da melhor forma possível e conclua o seu mandato. É hora de os ânimos arrefecerem, em benefício do povo brasileiro. Não obstante, percebendo a existência de algo capaz de comprometer a nossa democracia, agirei”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *