Bolsonaro finge solidariedade com morte de Paulo Gustavo e causa revolta: “cínico”, “verme” e “assassino”

Houve um verdadeiro levante de indignação nas redes sociais entre a noite e a madrugada desta quarta depois que Bolsonaro postou um tuíte expressando falsa tristeza pela morte do ator Paulo Gustavo. Ele tuitou duas horas depois de Lula

(Foto: Reprodução)

Duas horas depois de Lula expressar sua tristeza pela morte do ator Paulo Gustavo por Covid na noite de ontem, Jair Bolsonaro foi ao Twitter e postou às 0h20 desta quarta-feira um texto que causou revolta na Internet.

Bolsonaro escreveu: “Meus votos de pesar pelo passamento do ator e diretor Paulo Gustavo, que com seu talento e carisma conquistou o carinho de todo Brasil. Que Deus o receba com alegria e conforte o coração de seus familiares e amigos, bem como de todos aqueles vitimados nessa luta contra a Covid.”

Imediatamente começaram reações em massa ao pronunciamento daquele que já é apontado na CPI da Covid como responsável pelas mais de 410 mil mortes na pandemia: “cínico”, “verme” e “assassino” foram algumas das reações.

Veja tuítes publicados :

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *