Cadeia solta detenta por engano e recaptura mulher como ‘fugitiva’

presacadeiaengano1

Brandy Majors, de 32 anos, que estava presa na cadeia do condado de Marion, em Indiana (EUA), foi acusada de fugir da cadeia depois que a instituição prisional a soltou por engano, antes do término da pena.

De acordo com a emissora “Fox69”, oficiais foram até a cela de Majors e disseram que ela poderia pegar seus pertences e ir embora. No entanto, na mesma noite, o rosto da americana estava nos noticiários, que anunciavam que a mulher havia escapado da prisão.

A mulher decidiu então procurar uma emissora de TV local para contar sua versão da história mas, durante a reportagem, foi presa por um policial.

Apesar de ter uma de suas “reivindicações” atendidas, que seria a transferência para a cadeia do condado de Hendricks, os oficiais afirmaram que a mulher poderia ser acusada de fuga.

Majors negou a fuga, e disse que os dois crimes dos quais foi acusada não foram cometidos por ela. A americana alega que teve, ao ter o documento de identidade roubado, a pessoa teria utilizado para comprar drogas controladas.

As acusações desse delito foram retiradas, e agora Brandy busca provar sua inocência do  roubo a carro do qual é acusada, que também teria sido feito pela pessoa que roubou sua identidade. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *