Delegado Resende (Podemos): sou o único que pode vencer Lula Cabral e sua quadrilha

Com informações da assessoria de imprensa — Com a decisão de Elias Gomes (MDB) de não mais concorrer a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, o prefeiturável Antônio Resende, do Podemos, afirmou que é “o único candidato que de fato pode vencer o atual gestor municipal e candidato à reeleição, Lula Cabral (PSB), e sua quadrilha”

“Estamos nas ruas do Cabo fazendo caminhadas, porta a porta, dialogando com as pessoas. Quem vem para nossos encontros não são pagos e nem temos cargos comissionados a nosso favor. São pessoas que querem uma renovação na cidade. Expulsar os maus políticos é o nosso lema. Nos quatro cantos do Cabo, a população diz que a eleição do dia 15 de novembro será a polícia contra o ladrão”, disse Resende.

Nesse caso, o termo polícia se refere a ele, que é delegado. O termo ladrão é referente ao atual gestor, Lula Cabral, que já governou o Cabo com o uso de tornozeleira eletrônica, após ter sido preso acusado de desviar R$ 92,5 do fundo previdenciário municipal.

“Ou vai ser a polícia ou será o ladrão”, é o que diz a população sobre a eleição no Cabo

“Quem iria votar em Elias Gomes, não vai votar em Keko do Armazém. Não acredito que querem fazer unidade com as oposições. Tem algum acordo aí. Certas brigas que ouvimos falar entre candidatos, é só de fachada. O povo fique atento e saiba que a oposição que de fato está lutando para vencer o atual prefeito somos nós. Queremos uma cidade mais justa e melhor. Ou vai ser a polícia ou será o ladrão, como escuto em toda a cidade”, concluiu.

O Jogo:

Vale destacar que Edna Gomes (PP), vice-prefeita da chapa de Lula Cabral (PSB), já foi vice de Vado da Farmácia (PTRB), que era vice da chapa de Elias Gomes (MDB). Arimatéia (PSDB) já foi secretário da gestão de Lula Cabral e é vice de Keko do Armazém (PL), que o atual vice de Lula.

O único que não está nesse ‘jogo’ é o Delegado Antônio Resende, assim como a Delegada Patrícia Domingos (Podemos), no Recife, ele pode embalar tudo, tirar a vitória do socialista e, assim, a eleição poderá ser definida no segundo turno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *