Devido ao calote em pipeiros, famílias da zona rural passam sede em Sobradinho

Da Redação

A cada dia da desastrada administração Genilson Silva (PT), em Sobradinho, Bahia, aumenta o drama das famílias carentes que necessitam de um pouco de água na zona rural. Os descasos estão espalhados por todos os lugares do municípios, inclusive que se trata do abandono e de obras transformadas em cemitério.

A luta diária por água ainda é uma realidade para os moradores do interior do município que dependem do abastecimento feito por carros-pipa e nos últimos dias a situação ficou ainda pior. Nas comunidades de Santa Maria, Santa Tereza, Curral Novo e adjacências estão sem abastecimento há mais de vinte dias. O problema prejudica várias famílias, que além disso, reclama das estradas vicinais que estão sem manutenção há mais de três anos, o que faz a vida das pessoas tornarem muito difícil.

“O problema é que o prefeito trata as pessoas do interior com total desrespeito e ainda não paga os donos dos carros pipas, que é fundamental para termos água. Sobradinho não pode continuar nas trevas sendo comandada por vampiros. Necessitamos, com urgência, de uma luz para que possamos sair dessa escuridão. Se olha para um lado tem os funcionários com salários atrasados, saúde sem funcionar e outras coisas. Se olha para o outro vemos a situação de calamidade que se encontra o povo do interior. Que Deus nos ajude nesta hora tão difícil”, lamenta o agricultor Nestor Xavier.

Com a palavra a administração municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *