Dilma segura PDT no governo

dilma

A série de irregularidades desencadeada no Ministério do Trabalho, pasta comandada pelo PDT, ainda não são suficientes para que a presidente Dilma Rousseff rife o PDT do Ministério do Trabalho.

De acordo com o Correio Braziliense, a presidente Dilma, em entrevista a jornais gaúchos, sinalizou que não pretende demitir o ministro, mesmo após as novas denúncias, e lembrou que Dias chegou há pouco tempo no governo.

Nas entrelinhas, a petista não quer perder o apoio do partido na sua reeleição. No Planalto, foi o secretário-geral da Presidência, ministro Gilberto Carvalho, o escalado para acalmar o PDT e o próprio titular do ministério. “Quem conhece Manoel Dias sabe da seriedade dele, da história dele. Não posso acreditar que haja qualquer problema com o ministro”, disse Carvalho. “Boa parte dos convênios que estão no Ministério do Trabalho nem é, inclusive, da época dele. Ele tomou todas as providências necessárias, como a suspensão dos convênios para uma análise”, defendeu Carvalho.

Insatisfeito com as denúncias, o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, faz um jogo ambíguo e não confirma se apoiará a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Ao jornal brasiliense, ele negou que esteja insatisfeito com o governo do PT. Mas Dilma sabe que ele tem se reunido, com frequência, com o pré-candidato do PSB à Presidência, governador Eduardo Campos (PE), e com o pré-candidato do PSDB, senador Aécio Neves (MG).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *