Dilma venceria eleição ainda no primeiro turno, aponta Ibope

dilmaa

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) divulgada nesta quinta-feira (24/10) indica que a presidente Dilma Rousseff se reelegeria ainda no primeiro turno se a eleição de 2014 fosse realizada hoje. O levantamento foi feito em parceira com o jornal O Estado de S. Paulo. Em relação à pesquisa anterior do Ibope, divulgada em 26 de setembro, Eduardo Campos teve uma evolução, subindo de 4% para 10%.
Nos quatro cenários apontados pelo instituto, Dilma tem entre 39% e 41% das intenções de voto, mais do que a soma das opções pelos adversários.
O estudo, em uma primeira e mais provável hipótese, colocou como possíveis adversários de Dilma o governador de Pernambunco, Eduardo Campos (PSB), e o senador por Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). Nesse cenário, Dilma marcou 41%, contra 14% de Aécio e 10% de Eduardo. Os votos nulo ou branco representam 22% e outros 13% não responderam ou não sabem em quem votar.
O Ibope colocou ainda outros três cenários. Um deles envolvendo um ex-postulante ao cargo em 2010, o ex-governador José Serra (PSDB). Com Dilma, Serra e Campos, os números ficariam em 40% 18% e 10%, respectivamente.
Em outra hipótese, a ex-senadora Marina Silva (PSB), que também pleiteou o cargo em 2010, entraria na disputa com Dilma e Aécio. Nesse cenário, Dilma aparece com 40% das intenções de voto, seguido por Marina, com 21%, e por Aécio, com 13%.
No último cenário, uma reedição da disputa de 2010, quando Dilma, Serra e Marina dominaram as eleições presidenciais. Nessa hipótese, Dilma venceria com 39%. Diferente do que ocorreu em 2010, Marina pularia para a segunda posição, com 21% dos votos, enquanto Serra teria 16% das intenções de voto.
O instituto Ibope ouviu 2.002 eleitores em 143 municípios entre os dias 17 e 21 de outubro. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Pesquisa anterior
Em pesquisa Ibope anterior, divulgada em 26 de setembro pelo jornal O Estado de S. Paulo, Dilma aparecia com 38%. Mas, naquela ocasião, a ex-senadora Marina Silva ainda não havia se filiado ao PSB de Campos – ela cogitava concorrer pela Rede Sustentabilidade, partido cujo registro foi negado no início deste mês pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Naquela pesquisa, Marina tinha 16%, Aécio, 11%, e Eduardo, 4%.

Todos os cenários pesquisados

No cenário atual, no qual Dilma concorreria com Aécio e Eduardo
– Dilma Rousseff: 41%
– Aécio Neves: 14%
– Eduardo Campos: 10%
– Brancos/nulos 22%
– Não sabe/não respondeu: 13%

No cenário no qual o candidato do PSB seria a ex-senadora Marina Silva, em vez do governador Eduardo Campos, o resultado seria o seguinte:

– Dilma Rousseff: 39%
– Marina Silva: 21%
– Aécio Neves: 13%
– Brancos/nulos: 16%
– Não sabe/não respondeu: 11%

No cenário em que o candidato do PSDB é o ex-governador de São Paulo José Serra e o do PSB, Eduardo Campos:

– Dilma Rousseff: 40%
– José Serra: 18%
– Eduardo Campos: 10%
– Brancos/nulos: 19%
– Não sabe/não respondeu: 12%

Com Marina como candidata do PSB e Serra como candidato do PSDB, o Ibope apurou o seguinte resultado:

– Dilma Rousseff: 39%
– Marina Silva: 21%
– José Serra: 16%
– Brancos/nulos: 15%
– Não sabe/não respondeu: 10%

Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, Dilma venceria todos os demais adversários. Veja abaixo:

– Dilma Rousseff: 47%
– Aécio Neves: 19%
– Branco/nulo: 22%
– Não sabe/não respondeu: 11%

– Dilma Rousseff: 42%
– Marina Silva: 29%
– Branco/nulo: 18%
– Não sabe/não respondeu: 11%

– Dilma Rousseff: 45%
– Eduardo Campos: 18%
– Branco/nulo: 24%
– Não sabe/não respondeu: 14%

– Dilma Rousseff: 44%
– José Serra: 23%
– Branco/nulo: 20%
– Não sabe/não respondeu: 13%

Espontânea
Confira abaixo o resultado na parte da pesquisa em que o Ibope apurou a intenção de voto espontânea, na qual o pesquisador simplesmente pergunta em quem o eleitor votaria se a eleição fosse hoje, sem apresentar uma lista de candidatos:

– Dilma Rousseff: 21%
– Lula: 7%
– Marina Silva: 6%
– Aécio Neves: 5%
– José Serra: 4%
– Eduardo Campos: 2%
– Outros com menos de 1%: 1%
– Branco/nulo: 13%
– Não sabe/não respondeu: 40%

Rejeição
A taxa de rejeição (percentual de eleitores que disse que não votaria no candidato de jeito nenhum) está distribuída da seguinte maneira, segundo o Ibope:

– José Serra: 47%
– Aécio Neves: 40%
– Eduardo Campos: 39%
– Dilma Rousseff: 38%
– Marina Silva: 31%

Fonte: Diário de Pernambuco

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *