JN, da Globo, confronta Bolsonaro e destaca eficácia do isolamento contra pandemia do coronavírus

Jornal criticou ataques de Mandetta à imprensa e disse que atitude é tentativa do ministro em “agradar” o presidente

Reprodução

A edição deste sábado (28) do Jornal Nacional, da TV Globo, destacou a defesa de diferentes países pelo isolamento social como medida contra o avanço do coronavírus. O jornal também mostrou trechos da fala do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante entrevista coletiva neste sábado, pedindo a permanência das pessoas em casa.

Uma das primeiras notícias do jornal foi sobre o pedido do presidente norte-americano, Donald Trump, para que alguns estados do país apliquem a quarentena. Moradores de Nova York, Nova Jersey e Connecticut deverão ficar em isolamento obrigatório durante duas semanas, para evitar que população espalhe o vírus para outros estados do país.

Em seguida, o jornal falou sobre o pedido do presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, para que as pessoas fiquem em casa. “Agora, o que queremos é que todos saiam, que estejam em casa, com suas famílias, também nos ajudem a manter uma distância saudável e que haja higiene”, disse Obrador, em mensagem transmitida na noite de sexta-feira (27) em suas redes sociais.

O jornal também deu amplo destaque à fala do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em coletiva de imprensa neste sábado. O ministro contrariou o presidente Jair Bolsonaro em diferentes pontos e defendeu o isolamento social como medida contra o coronavírus. Em outros momentos, no entanto, Mandetta foi mais cauteloso e disse que a economia tem igual importância neste momento, também pedindo uma maior flexibilização da quarentena em algumas regiões do país.

Em determinado momento, os âncoras do jornal criticaram Mandetta por seus ataques à imprensa e disseram que tal atitude é tentativa do ministro em “agradar” Bolsonaro. Por seus posicionamentos em geral contrários ao que o presidente tem defendido contra a pandemia, boatos sobre a demissão de Mandetta passaram a circular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *