Orçamento do Ministério da Educação pode sofrer novos bloqueios, alerta ministro

Milton Ribeiro alegou que derrubada em veto presidencial trouxe dificuldades financeiras para o Ministério da Educação

Redação
Foto: Isac Nóbrega/PR
Foto: Isac Nóbrega/PR

 

Os recursos do Ministério da Educação poderão sofrer novos bloqueios e restrições, segundo o ministro da Educação, Milton Ribeiro. Durante a audiência da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (8), Ribeiro explicou que a derrubada do veto presidencial ao Projeto de Lei 3.477/2020 tornou a situação orçamentária do MEC ainda mais complexa.

Aprovado em fevereiro, o repasse da União para os estados e municípios deveria ser de R$ 3,5 bilhões. O dinheiro seria usado para compra de tablets e contração de serviço de internet móvel para professores e estudantes. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou o projeto alegando falta de recursos. Na época, o MEC havia alertado que o projeto traria dificuldade ao orçamento da pasta.

“Considerando a atual situação orçamentária, há riscos de impactos significativos nas políticas prioritárias do MEC. A preocupação atual é sobre de onde esse montante será retirado”, disse o ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *