Petrolina: Durante Greve Geral, vereador Paulo Valgueiro detona senador Fernando Bezerra

Redação

Quem esteve presente na Greve Geral desta sexta-feira (14) foi o vereador de Petrolina, Paulo Valgueiro (MDB). “Eu vejo esta manifestação como positiva porque o governo tenta implementar um projeto de reforma da previdência danoso para a sociedade. Este projeto retira direitos adquiridos de professores, agricultores, e outras categorias, que já estão contribuindo ao longo de suas vidas com a previdência e, que agora quer sacrificar mais ainda estas pessoas. É inadmissível  retirar recursos da educação, saúde, pois o que estamos vendo hoje é o desmantelamento de uma estrutura social que foi construída ao longo de muitos anos por um governo que não tem compromisso com a sociedade”, lamentou Valgueiro.

Ele ainda criticou a postura do senador de sua terra, Fernando Bezerra Coelho (MDB) por ser o líder do governo no Congresso Nacional por estar defendendo esses projetos mesmo fazendo parte de seu partido. “Infelizmente, o meu partido, como em outros, tem o joio e o trigo onde parte do joio do MDB é muito forte, onde tem muitas pessoas que não representam aquele MDB do processo de redemocratização, pois hoje temos infiltrados dentro da legenda várias figuras nefastas,  que deveriam estar dentro de presídios, mas que infelizmente  estão comandando nosso partido”, detonou.

A reportagem do AP presenciou, apenas, as presenças de Paulo Valgueiro, Cristina Costa (PT) e Professor  Gilmar Santos (PT) no protesto. “Nós três estamos aqui defendendo os trabalhadores e a população. Já com relação aos outros que fazem parte da oposição, eles tem a sua forma de fazer política. A maioria dos vereadores da Casa Plínio Amorim é contra este movimento”.

Processo eleitoral para 2020

Valgueiros aproveitou para discorrer sobre o processo eleitoral de 2020. “Estamos trabalhando. Espero que a oposição se una para que tenhamos condições de vencer as próximas eleições. Conversas já estão acontecendo e espero que tudo de positivo aconteça”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *