PF de Moro faz operação no BNDES contra ex-ministro de Temer

Sérgio Sá Leitão é acusado de associação criminosa e prevaricação

Foto: José Cruz/Agência Brasil

A Polícia Federal cumpriu na última quarta-feira (19) mandado de busca e apreensão na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Eles levaram computadores e documentos ligados à investigação que envolver o ex-ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão.

Segundo informações do colunista Lauro Jardim, do O Globo, a ação foi direcionada à ex-gerente do departamento de cultura do banco, Fernanda Farah.

A ação tem como base um processo que investiga Leitão – atual secretário estadual de Cultura de São Paulo – e o ex-presidente da Ancine, Christian de Castro. Os dois são acusados pelo MPF de associação criminosa, violação de sigilo funcional, prevaricação, crimes contra a honra e denunciação criminosa.

Farah era responsável pelo Programa para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (Procult) do BNDES, voltado ao investimento em produtoras. Christian atuava como consultor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *