Repórter é agredida e xingada: ‘Fui chamada de macaca e pira***’

Julie Alves e o cinegrafista Vangelis do ‘Fala Baixada’ foram atacados por um funcionário público durante uma reportagem em Japeri

Por O Dia

Julie Alves
Julie Alves – Reprodução
A repórter Julie Alves foi agredida na tarde desta quinta-feira (24) em uma unidade de saúde em Japeri, região metropolitana do Rio de Janeiro. A jornalista, que gravava material para o programa ‘Fala Baixada’, da CNT, e seu cinegrafista precisaram ser atendidos no posto após a confusão. Um funcionário público agrediu a dupla.
De acordo com o site Notícias da TV, Julie também acusa o funcionário público de racismo: “Ele me chamou de macaca, de piranha, me mandou para a p… que pariu. Isso nunca tinha acontecido comigo. Estou péssima”, contou à coluna. A reportagem de Julie Alves não tinha relação direta com a unidade de saúde, mas com um lixão vizinho ao prédio público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *