Ritmo de contágio da Covid-19 sobe em Pernambuco; Jaboatão é município com mais casos ativos

Perto de completar um mês com taxa de contágio da Covid-19 acima de 1, Pernambuco tem, segundo o boletim mais recente da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), publicado nesta sexta-feira (4), mais de 13 mil casos ativos da doença.

O número de casos ativos apresentou queda gradativa nos meses de julho, agosto e setembro, chegando na casa dos nove mil. Desde o mês passado, contudo, está em movimento constante de alta.

De acordo com dados do Instituto para Redução dos Riscos e Desastres (IRRD), que trabalha com estatísticas e métricas relacionadas à pandemia, o município com maior número de casos ativos em Pernambuco, no momento, é Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

A última atualização do mapa do IRRD, feita nessa quinta (3), aponta 875 pacientes com a doença em curso na cidade. Petrolina, no Sertão do Estado, com 637, Paulista (525), Recife (511) e Olinda (404) são os outros municípios que aparecem em destaque negativo nesse aspecto.

A taxa ou ritmo de contágio (Rt) da Covid-19 no Estado, de acordo com o IRRD, está em 1,37. Ou seja, 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 137. O cenário com Rt acima de 1, na visão de autoridades sanitárias, médicos e cientistas, significa descontrole em relação à epidemia.

Outro índice que também apresenta elevação gradativa em Pernambuco é a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da rede Pública de Saúde. São 829 leitos desse tipo, com 86% da capacidade preenchida. O Estado, inclusive, sinalizou a mobilização para abertura de mais vagas nas próximas semanas.

Nesta sexta, a SES-PE notificou mais 1.094 casos positivos da Covid-19. Foi o quarto dia seguido com mais de mil casos diagnosticados. Desse total, 49 são pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Pernambuco totaliza, até agora, 188.132 casos diagnosticados e oficialmente registrados da doença, sendo 28.216 graves e 159.916 leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 21 novos óbitos (10 masculinos e 11 femininos), registrados entre os dias 16 de julho e 2 de dezembro. Com esses falecimentos, já são 9.119 mortes em decorrência da Covid-19 no Estado.

As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios Arcoverde (1), Carpina (1), Caruaru (2), Exu (1), Flores (1), Gravatá (1), Ilha de Itamaracá (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Olinda (2), Paulista (1), Pesqueira (1), Recife (4), Santa Cruz do Capibaribe (1), Santa Terezinha (1), São José da Coroa Grande (1) e Tamandaré (1).

Os pacientes que morreram tinham idades entre 44 e 92 anos – 40 a 49 (1), 50 a 59 (5), 60 a 69 (5), 70 a 79 (4) e 80 ou mais (6). Dos 21, 17 tinham doenças pré-existentes: doença cardiovascular (12), diabetes (7), hipertensão (5), tabagismo (3), doença respiratória (2) e obesidade (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação.

Em Pernambuco, desde o início da pandemia, os pacientes recuperados somam 165.979.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *