Wagner minimiza encontro entre Ciro e Lula e diz que pedetista se aproxima da direita

Jaques Wagner, Ciro Gomes e ACM Neto
Jaques Wagner, Ciro Gomes e ACM Neto (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado | REUTERS/Nacho Doce | Valter Pontes/Secom)

O senador Jaques Wagner (PT-BA), que defendeu em 2018 o apoio do seu partido ao pedetista Ciro Gomes, minimizou o encontro entre ele e o ex-presidente Lula e disse ainda que são remotas as chances desta frente em 2022. “É público o movimento que Ciro está fazendo para ser candidato de centro, centro-direita”, disse ele, em entrevista à jornalista Thais Bilenky, da revista Piauí.

Wagner lembra ainda que Ciro decidiu apoiar o candidato do prefeito ACM Neto à sua sucessão na capital baiana e indicar a vice na chapa. “Isso aponta mais o caminho de 2022 que o encontro com Lula”, diz ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *