Wilson Cota estabelece metas para o governo que pleiteia em Casa Nova

Wilson Cota

Grazzielli Brito – Ação Popular

O candidato a prefeito no município de Casa Nova, Bahia, pela coligação ‘Por uma Casa Nova’, Wilson Cota (PMDB), concede entrevista ao Jornal Ação Popular, em que fala basicamente de seu plano de governo para a cidade, sem se render a “política mesquinha de ataques e ofensas pessoais”.

Wilson Cota diz que através de seu plano de governo ele assume um compromisso com o povo casanovense. “Tenho Fé, Trabalho e Coragem para assumir esse compromisso. Não basta dizer o que está errado se a pessoa não indicar uma solução e tiver capacidade de realizar essa proposta de solução”, disse, completando ainda que definiu metas para seu governo, se eleito. “Cheguei a esse plano de governo através de discussões com todas as classes e categorias do nosso município. Quero gerir um governo participativo onde todos terão voz e vez”, assegurou.

Em seu plano de governo, traça diretrizes para as áreas que considera de suma importância para o município como emprego, saúde, educação, ação social, cultura, turismo, agricultura, meio ambiente, esporte, obras e infraestrutura. “Tenho planos para cada uma dessas áreas, com possibilidade efetiva de cumprimento dessas metas”, diz bastante focado em suas propostas.

Em relação à geração de emprego e renda acredita que isso é fundamental para o desenvolvimento de qualquer cidade e para isso é necessário investimento nesse sentido, facilitando instalação de empresas e pequenas indústrias, e também incentivando a formação de cooperativas e associações de classes.

“Na área de saúde é preciso dizer antes de tudo que o atendimento aqui em Casa Nova é deficiente. Temos que ampliar a rede de atendimento em especial o PSF na sede e interior, priorizando a medicina preventiva. Aos que precisam de tratamento específico, pretendo promover eficiência na remoção desses pacientes. A informatização dos procedimentos médico-hospitalares facilita a dá celeridade ao atendimento. Outro ponto importante é a melhoria da Casa de Apoio em Salvador”, fala citando algumas de suas metas para a saúde de Casa Nova.

Ao analisar a educação não deixa de mostrar sua insatisfação, e a de todos os cidadãos, segundo ele, com o serviço educacional oferecido pela atual gestão no município. “A educação vive um tempo de incerteza e perplexidade é preciso mudança. Para a educação pretendo efetivar plano de cargos e salários da carreira de magistério, reformar e construir escolas, melhorar transporte escolar. Vou trazer pra cá uma faculdade, evitando o deslocamento dos jovens para cidades vizinhas a fim de estudar, também vou trabalhar no sentido de instalar cursos profissionalizantes”.

Dois outros pontos também são citados por Cota como desagravos à população da cidade a existência do lixão e a grade desigualdade social. “Hoje é visível, em Casa Nova, poucos têm muito e muitos têm pouco. Outra coisa é aquele lixão, é vergonhoso. Eu vou construir um aterro sanitário nesta cidade”, disse. Segundo Cota a região tem recursos naturais e culturais que garantem o sucesso do turismo local, o que não acontece porque a administração não dá a devida atenção e que tem planos de elaboração de projetos para o desenvolvimento de um turismo sustentável.

Finalizando, diz ter um olhar especial para a agricultura local. “A agricultura é a maior fonte de riqueza desse município, a proximidade ao Rio São Francisco faz dela a redenção desse povo. Tenho bastante atenção a isso e vou fazer de tudo pra melhorar a vida do agricultor, principalmente, do pequeno agricultor que tanto traz desenvolvimento a nossa cidade”, falou Wilson Cota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.