Delírio: Paulo Câmara ainda acredita numa aliança entre PT e PSB

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), não deu muita importância ao fato de o ex-presidente Lula ter dito – por meio do ex-presidente nacional do PT, Rui Falcão e do líder do MST, João Pedro Stédile – que gostaria de apoiar a vereadora Marília Arraes (PT) para o governo estadual.

“Enquanto tiver conversas entre PSB e PT, não há porque ficar falando de uma questão que mais para frente pode ser que não se confirme. Não me incomoda, vou continuar trabalhando. Tem muito tempo para a gente discutir”, disse o governador pernambucano que é candidato à reeleição.

Próxima quarta-feira (11), está pré-agendada uma nova reunião entre os presidentes nacionais dos dois partidos, Gleisi Hoffmann (PE) e Carlos Siqueira (PSB) para tratar mais uma vez da eleição de Pernambuco.

“A gente já construiu alianças importantes para 2018 com partidos que têm nos ajudado. O que a gente puder agregar até lá, ótimo. Se não for possível, vamos disputar com as nossas forças”, disse o governador.

Gleisi Hoffmann admite o apoio do PT a Paulo Câmara desde que os dois partidos celebrem uma aliança no plano nacional. Do contrário, cada qual seguirá seu rumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *