Eduardo Bolsonaro é o integrante mais perigoso da família, diz colunista da Folha

“Eduardo é quem tem costurado relações com líderes e estrategistas de extrema direita” afirma Mariliz Pereira Jorge

Eduardo Bolsonaro e o estrategista norte-americano Steve Bannon
Eduardo Bolsonaro e o estrategista norte-americano Steve Bannon

A jornalista Mariliz Pereira Jorge aponta Eduardo Bolsonaro como o integrante mais perigoso da família presidencial. “Eduardo não parece um sujeito muito inteligente, uma característica da família. No entanto, o deputado é ambicioso (muito), autoritário (muitíssimo), esperto (o suficiente) e entendeu onde precisa colar para levar adiante seus anseios por um estado totalitário”, afirma, em sua coluna.

“Os quatro filhos do presidente são investigados. Jair Renan por tráfico de influência. Flávio e Carlos estão ligados a denúncias de rachadinha. O filho 02 é apontado como responsável pela eleição de Bolsonaro e mentor do Gabinete do Ódio. Mas é Eduardo quem tem costurado relações com líderes e estrategistas de extrema direita. Oferece o Brasil como um campo fértil para pautas conservadoras, guerra contra a esquerda e a imprensa. Não é exagero dizer que deveria ser considerado o Bolsonaro mais perigoso”, pontua.

“Enquanto fazemos piada com a homofobia de Eduardo Bolsonaro, ele garante que as eleições do ano que vem sejam o caos e dinamitem o estado democrático”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *