Governador de Pernambuco minimiza peso de pesquisa neste momento

eduardo_campos_inauguracoes_gde

O crescimento da avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), aferido pelo recente levantamento CNT/MDA, foi, digamos, minimizado pelo governador Eduardo Campos (PSB), pré-candidato à Presidência da República. Durante agenda administrativa na manhã desta quarta-feira (11), no município de Moreno, o socialista assinalou a máxima de que pesquisas refletem apenas um retrato de momento. Ou seja, podem indicar, na sequência, um quadro completamente diferente.

Ao ser abordado sobre a sua interpretação – validade efetiva – dos números coletados pela CNT/MDA, Eduardo soltou: “Não acredito que uma pesquisa com tanta antecedência… ”

Entretanto, Campos disse ainda que não poderia comentar o resultado do levantamento porque não viu seus detalhes. “Não vi os detalhes da pesquisa, o cruzamento e quando ela foi feita”, pontuou.

Mesmo sem ter dado uma atenção especial aos números da pesquisa CNT/MDA, o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB assegurou que esse tipo de levantamento não pesará em sua decisão de concorrer ou não ao Palácio do Planalto.

“Não vai influenciar na minha decisão”, arrematou Eduardo Campos. (FolhaPE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *