João Paulo entra no ritmo da folia eleitoral com Paulo Câmara

  
paulo-camara-e-joao-paulo Coluna Pega-Fogo: João Paulo entra no ritmo da folia eleitoral com Paulo Câmara
João Paulo e Paulo Câmara em sintonia total. Foto: Reprodução.

João Paulo entra no ritmo da folia eleitoral com Paulo Câmara

O ex-prefeito do Recife, João Paulo, fortaleceu as especulações sobre uma aliança entre PT e PSB ao aparecer nesse domingo, dia 11, ao lado do Governador Paulo Câmara, no Carnaval dos Papangus de Bezerros, no Agreste de Pernambuco.

Os dois circularam juntos a manhã inteira pelo polo carnavalesco, inclusive, dando um “ritmo de folia eleitoral”, onde cumprimentavam lideranças, cidadãos, turistas e foliões. Para o meio político, pareciam estar fechados para a corrida eleitoral e em clima de pré-campanha.

Na semana passada, vários políticos que acompanham essa coluna afirmavam que essa aliança era falácia. Porém, após a entrevista do ex-presidente Lula pregando as lembranças sobre a união de forças entre Jarbas e Eduardo Campos para as eleições de 2012 – adversários históricos da política estadual – a candidatura própria da legenda recebeu um “tom de desmotivação”.

O recado de Lula foi endereçado para Marília Arraes, no entanto, João Paulo tomou as rédeas do entendimento juntamente com o deputado estadual e pré-candidato ao governo, Odacy Amorim (PT). Logo após a entrevista, ambos, vibraram com as afirmativas do líder-mor.

Ontem, o socialista e o petista almoçaram na casa do prefeito Branquinho, e a sensação foi de sintonia e união para as eleições. Nos bastidores, alguns chegaram a dizer: “são correligionários”.

Os aliados de Paulo Câmara aproveitaram o encontro e mandaram os registros para circular na imprensa. Nesta segunda-feira, dia 12, o encontro reverbera por todas as classes políticas.

Nos bastidores, fala-se que João Paulo e Paulo Câmara estavam apenas ensaiando a aliança, que poderá ser concretizada entre março e abril, durante as convenções partidárias.

LEMBRANÇAS – Há algumas semanas atrás, o Senador Humberto Costa afirmou que a aliança entre PT e PSB era menos ruim, porém, para João Paulo a aliança é “toda boa”. As vezes na política, uma foto fala mais do que mil palavras. Com certeza, não é poesia e esse encontro enfraquece a tese de candidatura própria defendida pela ala que apoia a pré-candidatura de Marília Arraes (PT).

marilia-arraes-e-tulio-gadelha-roberiosa Coluna Pega-Fogo: João Paulo entra no ritmo da folia eleitoral com Paulo Câmara
Marília Arraes e Túlio Gadêlha em Bezerros.

CURIOSIDADE – O curioso de todo esse encontro de João Paulo e Paulo Câmara, é que Marília Arraes, também, compareceu, na manhã de ontem, em Bezerros, para prestigiar o tradicional “Carnaval dos Papangus”.

Na ocasião, Arraes esteve ao lado do vereador de Caruaru, Daniel Finizola; Doriedson Lopes, da direção estadual do PT; presidente do Diretório do PT de Bezerros, Eugênio Barbosa; ex-vereador da cidade, Edelson Gomes, além de Túlio Gadêlha – namorado de Fátima Bernardes.

DSC_0219 Coluna Pega-Fogo: João Paulo entra no ritmo da folia eleitoral com Paulo Câmara
Gastos do Carnaval de Triunfo 2018.

CARNAVAL – O prefeito de Triunfo, João Batista (PR), gastou R$ 221 mil reais com as apresentações de Jota Quest, Márcia Fellipe, Nara Bello, Vanessa Rios, Padú Frajolaz e Banda Vizzu.

Apesar do Carnaval dos Caretas ser um polo de referência, o Governo do Estado deixou a desejar com a falta de um investimento mais amplo. O fato, também, se repete nas cidades de Tabira, Afogados da Ingazeira, Itapetim, Petrolina, Floresta e outras. Por outro lado, muitos municípios citadas sequer receberam algum recurso.

PETROLINA – O deputado estadual e pré-candidato a deputado federal, Lucas Ramos (PSB), não está gostando muito da possibilidade de união da sua legenda com o Partido dos Trabalhadores (PT), tendo em vista que Odacy Amorim poderá, também, concorrer à Câmara Federal, caso não consiga emplacar a candidatura ao Palácio do Campo das Princesas.

Em tese, Petrolina não conseguiria eleger Adalberto Cavalcanti, Gonzaga Patriota, Fernando Filho, Guilherme Coelho e mais os dois supracitados. Por isso, Ramos defende a união apenas no segundo turno, pois na sua composição federal haveriam três candidatos concorrendo ao mesmo cargo em Petrolina e, pior, na mesma frente encabeçada por “Lucas, Gonzaga e Odacy”, caso ocorra uma aliança entre PT e PSB.

PERGUNTA DE FOGO – Como a militância do PT reagiu ao ver João Paulo e Paulo Câmara juntos em Bezerros?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *