Pedidos de indenização contra Isaac superam em mais de 10 vezes patrimônio do prefeito-empresário

isaac_receita_juazeiro

Claus Oliveira 

O empresário enfrenta batalhas duras na Justiça comum da Bahia e de São Paulo. Os processos cíveis movidos contra o proprietário da Juagro (tradicional empresa de máquinas e produtos agrícolas em Juazeiro) totalizaram R$ 12,4 milhões em pedidos de indenização.
O Blog Salão Juazeiro chegou à cifra milionária no link de acompanhamento processual dos Tribunais de Justiça da Bahia e de São Paulo. Os processos tramitam em segredo de justiça e ainda aguardam sentença final, transitado em julgado no jargão jurídico.
Os autores são, em sua maioria, agências bancárias, entre os quais Banco do Nordeste, Itaú, Safra e Votorantin (no tribunal baiano) e a BASF, multinacional do ramo agroquímico (na jurisprudência paulistana).
A maior indenização contra Isaac Carvalho, via Juagro, está estipulada em R$ 4,7 milhões e tramita no TJSP; no TJBA, as ações indenizatórias mais altas foram pedidas pelos bancos Itaú (2,7 milhões) e do Nordeste (R$ 1,4 milhão).
O montante indenizável (R$ 12,4 milhões), para o caso de sentenças condenatórias sem direito a recursos, superaria em mais de dez vezes o patrimônio de Isaac Carvalho declarado na Receita Federal.
Segundo consta na declaração de bens prestadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2012, o prefeito de Juazeiro tinha renda patrimonial de R$ 985.806,10 entre apartamentos, carros, quotas de capital, fundos de capitalização e depósitos bancários. (Fonte: Blog Salão Juazeiro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *