Plano de saúde ocultava mortes por tratamento precoce, acusa Otto

Foto: Reprodução / Youtube

O senador Otto Alencar (PSD) confirmou, nesta quinta-feira (16), que o plano de saúde Prevent Senior ocultou mortes de pacientes com Covid-19 que foram submetidos ao chamado tratamento precoce contra a doença.

O diretor-executio do plano, Pedro Batista Júnior, seria ouvido nesta quinta (16) na CPI da Covid, mas já confirmou que não comparecerá. Segundo Otto, a empresa fez com que os médicos vinculados ao plano assinassem uma espécie de termo de obediência e confidencialidade.

“É crime contra a vida, isso é muito grave, alguém que paga o seguro [de saúde] e não recebe o tratamento adequado, tendo no lugar o tratamento com o ‘kit covid’. O médico não tinha o direito e autonomia de analisar os pacientes, considerando que todos pacientes de Covid são iguais, com as mesmas complicações e variantes da doença”, disse Otto, que é médico e compõe o colegiado ao portal Bnews.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *