PT promete apresentar plano econômico para tirar o Brasil da ‘crise Bolsonaro’

Senador Humberto Costa, Foto: Roberto Stuckert Filho
Senador Humberto Costa, Foto: Roberto Stuckert Filho

O PT disse estar ‘preocupado com o caminho seguido pelo governo Bolsonaro rumo ao caos total’ e vai apresentar, de acordo com o líder do partido no Senado, Humberto Costa (PE), um plano substantivo de recuperação econômica para o país.

“Com a inércia da atual gestão diante da tragédia social e da disparada de preços como o da gasolina, do botijão de gás e da carne, não é mais possível esperar”, disse.

“Amanhã mesmo, Lula conduzirá um grande encontro para discutir soluções à crise econômica. Uma pauta para gerar empregos, aumentar a renda e incluir um modelo solidário de Reforma Tributária no debate será anunciada em breve. O povo não é problema. É solução para ele. E é assim que a gente vai mudar o Brasil: a partir da construção de uma ampla frente que reúna todos aqueles com disposição de transformar o país e nos afastar desse caminho torto pelo qual hoje andamos”, afirmou.

O parlamentar disse que “a pobreza já engole mais de 55 milhões, dos quais 13,5 milhões estão na miséria”.

Segundo ele, a fome voltou e, em todos os lugares do Brasil, as ruas estão tomadas de pessoas em situação de vulnerabilidade.

“As pessoas não estão tendo condições nem de comprar um quilo de carne mais. Estão comendo mais ovo. A única coisa que se aposentou com essa nefasta Reforma da Previdência foi a churrasqueira”, disse.

Humberto disse avaliar que o projeto de Bolsonaro, “vendido em cima de mentiras nas eleições”,  mostra-se um fracasso antes mesmo do fim do primeiro ano.

“O país não aguenta mais tanta espoliação, retirada de direitos, amadorismo e falta de competência. Então, o Congresso Nacional precisa assumir essa vacância de liderança, essa falência do Executivo para oferecer respostas necessárias à nação”, afirmou.

O senador disse que, no Congresso Nacional, o PT vai apresentar uma pauta legislativa para sinalizar o caminho. “Daquele Brasil construído junto com os brasileiros, longe do atraso e do retrocesso encarnado pela atual gestão”.

“Os brasileiros sabem que criamos mais de 20 milhões de empregos com carteira assinada sem retirar direitos. Ao contrário, nós os ampliamos e fizemos, num grande esforço nacional, o nosso país vencer a fome, a extrema pobreza e gerar renda. Ampliamos, como jamais na nossa história, o acesso à educação e à saúde e fizemos isso com inclusão social, respeitando a diversidade brasileira e os direitos humanos”, afirmou.

O líder do PT no Senado disse entender que o processo eleitoral vai dar resposta.

“As urnas irão responder altivamente a esse governo rejeitado e reprovado em 2020, nas eleições municiais, e que, em 2022, a população irá mudar de vez esse governo incompetente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *