Putin assina anexação de quatro territórios ucranianos à Rússia

‘Existem quatro novas regiões russas’, disse o presidente russo durante a cerimônia feita para a anexação

Redação
Foto: Ivan Sekretarev/ Associated Press
Foto: Ivan Sekretarev/ Associated Press

 

O presidente russo Vladimir Putin assinou, nesta sexta-feira (30), a anexação de quatro regiões do território ucraniano à Rússia. O movimento intensifica a guerra que já perdura há sete meses e dá início a uma nova imprevisível fase do confronto.

Moscou declara que as regiões ucranianas de Donetsk, Luhansk, Kherson e Zaporizhzhia, em grande parte ou parcialmente ocupadas por forças russas ou apoiadas pela Rússia, fazem parte da Rússia.

“Existem quatro novas regiões russas”, disse Putin durante a cerimônia feita para a anexação. “As pessoas que vivem nessas quatro regiões estão se tornando nossos cidadãos para sempre”, acrescentou.

A região equivale a praticamente um quinto da Ucrânia. O movimento de Putin aconteceu em uma cerimônia especial no Kremlin, na capital russa de Moscou.

A anexação acontece após os chamados referendos realizados por autoridades apoiadas pela Rússia no leste e sul da Ucrânia sobre a adesão à Rússia.

“As pessoas fizeram sua escolha clara”, disse Putin, nesta sexta-feira (30). “A escolha das pessoas para fazer parte da Rússia está predicada na história”, acrescentou.

Os votos nos referendos são ilegais sob a lei internacional e foram rejeitados pela Ucrânia e nações ocidentais como “uma farsa”.

“As pessoas foram separadas de sua pátria quando a União Soviética se rompeu”, afirmou Putin. “A Rússia não busca trazer a União Soviética de volta”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.