Uso de máscaras pode induzir produção de anticorpos contra coronavírus

Mulher passa por grafite do presidente Jair Bolsonaro ajustando sua máscara protetora e em forma de vírus, em meio ao surto de Covid-19 no Rio de Janeiro.
Mulher passa por grafite do presidente Jair Bolsonaro ajustando sua máscara protetora e em forma de vírus, em meio ao surto de Covid-19 no Rio de Janeiro. (Foto: REUTERS/Sergio Moraes)

O uso da máscara, que tornou-se obrigatório no Brasil após a pandemia, para se proteger da contaminação do novo coronavírus, pode também levar à produção de anticorpos contra o vírus, informaram pesquisadores da Universidade da Califórnia e publicação na revista científica The New England Journal of Medicin

Segundo reportagem publicada no jornal Folha de S.Paulo, a ideia, segundo defendem os autores, é que as máscaras amplamente usadas pela população diminuem em muito, mas não impedem totalmente, a passagem das gotículas de saliva ou partículas aerossóis que podem transmitir o vírus. Com isso, uma fração pequena de partículas virais passaria pelo equipamento e seria transmitida a outras pessoas, mas com carga viral mais baixa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *