Vereador Anderson da Iluminação usa espaço de rádio para detonar colegas e afirma que ‘Anibal e Domingão foram convidados à se retirarem da base do governo’

 

Da Redação

Causou o maior furdunço no dia ontem (13) as declarações do vereador Anderson da Iluminação (PP) no programa de Geraldo José quando afirmou que os vereadores Anibal Araújo (PTC) e Domingão do Alto da Aliança (PRTB) serem convidados à se retirarem da base do governo Paulo Bomfim (sem-partido) desde o dia 14 de janeiro – data em que os dois votaram contra o projeto de autoria do executivo na Casa Aprígio Duarte referente a Reforma da Previdência Municipal quando reajustou a alíquota do Instituto de Previdência de Juazeiro (IPJ), de 11% para 14%.

Nas redes sociais, os internautas não perdoam fazendo ironias

“Naquela data recebemos informações do governo de que esses dois vereadores não faziam mais parte da base do prefeito Paulo Bomfim. Eu acho que aliado, é aliado de primeira hora”, bateu duro o vereador  e vice-líder do governo na casa legislativa, Anderson da Iluminação.

O vereador Anderson da Iluminação já teve um ‘pega pra capar’ com o vereador Allan Jones porque votou contra o governo e ainda por tecer criticas

Ele ressaltou ainda que a situação dos dois vereadores estava ficando insustentável porque não estavam seguindo as orientações da base nos momentos de votações. “Já existia outros problemas relacionados à projetos por terem votados contra”. Ele aproveitou para massacrar o colega de casa Anibal Araújo. “O vereador já foi beneficiado quando o governo desenvolveu projetos para reforma da praça do bairro do Alto do Cruzeiro, e ainda projetos importantes que foram apresentados para beneficiar àquela região, principalmente em fazer melhorias nos riachos Macarrão e Malhada. Então já vinha sendo feita esta conversa”.

Na verdade foram seis os vereadores que votaram contra o projeto de reajuste da alíquota do IPJ, sendo eles: Allan Jones (PTC), Anibal Araújo (PTC), Domingão do Alto da Aliança (PRTB), Bené Marques, Tia Célia (PTC) e Charles Leal (PDT). O estranho que apenas os dois vereadores, apenas, foram ceifados pela administração municipal. “Já estava havendo desgastes votando em projetos contra o executivo municipal, inclusive projetos para a capitação de recursos que iriam beneficiar a Malhada da Areia,  Alto da Aliança e Alto do Alencar”, detonou Anderson.

No primeiro ano do governo Paulo Bomfim, todos os 21 vereadores faziam parte da base do governo. Em 2018, o primeiro a romper foi Allan Jones. Neste ano de campanha pela reeleição, o governo municipal decidiu expulsar de sua base Domingão e Anibal, havendo um alerta para descartar o também vereador Bené Marques por ter participado da manifestação dos moradores no bairro Itaberaba na última terça-feira (11). Segundo informações chegadas à reportagem do AP, mais vereadores estão na lista negra para serem expurgados da base do governo neste último ano de mandato.”Tem vereador que passa os primeiros anos na base do governo, e quando chega o ano de reeleição fica perdido procurando algum lado para apoiar”, concluiu o vereador Anderson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *