Vereador denúncia prefeito comunista de Uauá por prejudicar população do interior para que empresa não execute obras de pavimentação através da Codevasf

 

Da Redação

O vereador do município de Uauá, Rodrigo de Zé Mário (PDT) ocupou a tribuna da Câmara Municipal durante sessão ordinária desta quarta-feira (23) para fazer uma denuncia grave contra o prefeito do município, Lindomar Dantas (PCdoB). Segundo o edil, negou o pedido de alvará à empresa Elite Ltda e Construtora para executar obra de pavimentação no distrito de Caldeirão da Serra e na localidade de Serra da Canabrava.

Vereador Rodrigo de Zé Mário

“O prefeito tenta impedir que o calçamento dessas duas comunidades negando o alvará para que a empresa faça a obra que vai beneficiar o povo. Entrei em contato com o engenheiro da Codevasf, senhor Marcelo, o mesmo me falou o que está acontecendo no município, nunca aconteceu no Vale do São Francisco. O atual gestor tenta impedir uma ação de pavimentação adquirida pelo ex-prefeito Jorge Lobo e por Marcos Lobos que vai beneficiar dezenas de famílias em Canabrava e Caldeirão da Serra. O gestor negou o alvará alegando que a autorização deve ser solicitada pela própria Codevasf, e não a empresa Elite Ltda e Construtora, executora da obra”, denunciou.

Em Juazeiro, o município conseguiu 21 km de asfalto, orçado em R$ 10 milhões através da Codevasf para pavimentar ruas e avenidas. A obra já começou à ser executada e quem está sendo beneficiada é a população. Já em Uauá, nos últimos quatros anos as coisas não vão pra frente devido a estupidez que se instalou. “O prefeito não quer ver o desenvolvimento de nosso município, inclusive desses dois lugares onde foi bem votado. Entrei em contato com o senhor Pedro Teles, proprietário da empresa, pois o mesmo me informou que solicitou o alvará nos dias 3 e 9 deste mês para tentar iniciar a execução das obras e o prefeito negou. O gestor de nossa cidade não tem competência de fazer pavimentação nesses dois lugares, e agora impede que a obra seja realizada por questão de disputa eleitoral”, detonou Rodrigo

Ele lembrou que esta não é a primeira vez que o prefeito neo-comunista implica com a aquisição de benefícios adquiridos por pessoas que não comungam com seu grupo político. “No ano de 2018, consegui uma ambulância, ele não foi buscar por eu não fazer parte de seu grupo. Quando foi agora no mês de janeiro, ele foi buscar porque não aguentou a pressão da comunidade”.

“(…) Prefeito, pare de pisar no povo do interior. O senhor prometeu calçamento e não fez, não teve competência de fazer, apenas jogou cascalho levando poeira e doenças para dentro das casas dessas pessoas (…) Alguns vereadores fizeram indicações para que obras fossem executadas em suas comunidades e até hoje não foram atendidos porque o gestor é incompetente”, disparou.

O vereador Rosevaldo Loiola (PSC), que tanto defendeu o povo sofrido do município, agora mudou de lado, começou a mostrar serviço para seu superior, hoje a palavra povo não faz mais parte de seu dicionário. Ele solicitou uma a parte ao vereador Rodrigo de Zé Mário defendendo o prefeito. “Eu acho que a Codevasf é quem deve fazer esse pedido à prefeitura”.

Indignado com a nova postura do colega, Rodrigo de Zé Mário não perdoou e bateu de frente. “O senhor vivenciou comigo a amargura da mentira do prefeito. Ele é leviano e traiçoeiro, quando fiz o pedido da Câmara [solicitação de alvará para reforma do prédio da Câmara], ele falou que era a empresa, e agora está sendo leviano com a mentira em dizer que tem que pedir é a Codevasf distorcendo os fatos. Ele é uma pessoa do mal e vossa excelência que estará convivendo com ele terá conhecimento da veracidade de minhas palavras. Ele é mal caráter. Infelizmente, Uauá vive dias de traiçoeiros e na vida pública que não quer o desenvolvimento de nossa cidade se comporta de tal maneira.”

Nas redes sociais e grupos de whatsapp, a revolta popular é geral

Mais polêmica

Em outra parte de seu discurso, Rodrigo já tinha mandado uma indireta para Rosevaldo. “Durante os 3 anos e sete meses de meu mandato, estou honrando o meu mandato, ajudei comunidades carentes com várias ações, não prometi me vender. A minha personalidade e caráter nunca estarão à venda”. Da cadeira, o vereador ficou furioso, com os pés formigando sem ter condições de dizer nada.

Zé Mário aproveitou para fazer uma denuncia sobre a possível compra de votos por parte de um  vereador ligado ao governo da ‘mudança’. “Estou aqui com uma gravação envolvendo um pré-candidato comprando votos, e ainda assim, querendo pagar às pessoas para se fazer elogios em redes sociais. O vereador perdeu tempo por não trabalhar durante o seu mandato. Será que o dinheiro da covid-19 está aparecendo na pulverização de carros de carros, pois está aparecendo na compra do voto (…) Eu tenho o áudio, o vereador oferecendo R$ 400,00 para se fazer campanha. Este é o tipo do vereador que passou esse tempo sem dá um bom dia para as pessoas e agora aparece oferecendo dinheiro. Vou levar o caso ao Ministério Público Federal para denunciar esse corrupto que quer comprar a consciência do povo”, fuzilou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *