Câmara não encontra agressores e Joice Hasselmann se complica sem provar nada a cada dia

Os agentes da Polícia Legislativa da Câmara que investigam o caso das agressões contra a deputada federal Joice Hasselmann, não encontraram imagens de pessoas estranhas entrando no apartamento funcional da parlamentar, em Brasília.

A verificação dos vídeos do sistema de segurança foi feita com a análise de dias anteriores e posteriores ao próprio dia 18, o domingo em que terio ocorrido o episódio, segundo declarações de Joice.

A deputada alega que pode ter sofrido um atentado e, segundo o que disse em entrevista coletiva, informou à Polícia Legislativa o nome de um “parlamentar bolsonarista” a quem considera suspeito.

Joice Hasselmann mora no sexto andar de um “edifício padrão” do plano piloto de Brasília, em áreas abertas, sem cercas e rodeadas de jardins, porém totalmente protegidas por câmeras de segurança.

Resta saber agora qual foi o nome que a deputada pediu para ser investigado, e as consequências de seus atos, a partir do momento em que não se constatou a invasão ou mesmo a presença de qualquer pessoa em seu apartamento ou nas proximidades.

Será que a Polícia continuará insistindo em manter as investigações nos rumos atuais, acreditando em tudo o que a deputada e seu esposo, o médico Daniel França, estão dizendo?

O fato é que esperamos que a deputada se recupere plenamente e que o agressor seja encontrado e punido com o rigor da lei, mas, após tantas histórias e narrativas ao longo de sua curta carreira no congresso, quem ainda acredita em Joice Hasselmann?

Veja o vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *