Deputado bolsonarista é expulso de bairro do Rio aos gritos de “assassino” e “miliciano”

Rodrigo Amorim, o deputado que quebrou a placa da Marielle Franco em 2018, foi expulso de Santa Teresa

Rodrigo Amorim (Foto: Octacílio Barbosa/ALERJ)
Rodrigo Amorim, o deputado do PSL que quebrou a placa da Marielle Franco em 2018, foi expulso aos gritos de “assassino” e “miliciano” por moradores do bairro carioca de Santa Teresa.

O bolsonarista estava acompanhando o governador Cláudio Castro, que foi ao bairro para o lançamento do programa Bairro Seguro. Acabou xingando as mulheres e moradores do local.

Em protesto, artistas e moradores do bairro estão organizando um grande ato político e cultural para sábado, dia 23. Querem ocupar o bairro com arte e irreverência, informa a coluna de Ancelmo Gois no Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *