Péssimo exemplo de Paulo Câmara

 

Enquanto torra o dinheiro da pandemia em contratos superfaturados, o Governo do Estado de Pernambuco esquece-se de pagar a quem vem dando o sangue e colocando em risco a vida para salvar pacientes internados pelo vírus da Covid-19. É o caso, por exemplo, do quadro terceirizado de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem do Hospital Regional de Caruaru, onde, na última terça-feira, ocorreu a barbárie da troca de corpos num sepultamento às pressas.

A categoria, que dá um duro danado, entrou no segundo mês seguido sem ver a cor do dinheiro azul e branco do Estado. Uma vergonha, governador! Saiba tratar melhor quem está salvando vidas neste Estado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *